Quinta-feira, 18 de Fevereiro de 2010

Uma Catástrofe Nada Natural

 

Relativamente ao célebre caso da "crónica censurada" e da "conversa do restaurante", parecemos estar a presenciar, até prova TANGÍVEL do contrário, a mais um capítulo da desestabilização da vida política, elegida pela Oposição a Sócrates (mormente, a ligada à Direita) como último reduto e via para derrubar o Governo PS. Tudo parece ter servido nos últimos tempos para tornar a atmosfera política envenenada quanto baste, para ir de encontro a sufocos democráticos , que nada mais parecem ser que asfixias eróticas auto-infligidas para tentar reerguer a pujança de um PSD afundado na mais pura e castrante das impotências. Claramente, devia-se procurar um melhor remédio para tratar as últimas disfunções erectorais...

 

Agora, vemo-nos obrigados a presenciar o recurso ao artifício-mor da estupidez e do desespero: o recurso ao "diz que disse", ao testemunho indirecto através de terceiros, e assim se ocupou o tempo de uma Comissão de Inquérito na AR, com discursos redondos e pauperrimamante fundados, com muita metáfora e parábolas contadas para preencher o vazio. Parece que, como que também repentinamente tomado pelas metáforas, me apetece dizer que viajamos das tempestades imperfeitas do PS de Sócrates para o olho do lamentável furacão "Crespo".

 

Mencionando uma frase ouvida algures e extremamente apropriada para a ocasião, há pessoas que se ferem quando disparam a arma por acidente com ela ainda no coldre, Mário Crespo não. Descalçou o sapato, fez cuidadosamente pontaria e mandou bala.  

 


decretado por Z*T*I*V às 23:59
link do post | favorito
|
Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.


.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 2 seguidores

.pesquisar

 

.Maio 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.decretos recentes

. Momento TASER NA NUCA ( A...

. Momento TASER NA NUCA

. Momento TASER NA NUCA

. O Castig(ad)o(r) Que Se A...

. O Flagrante Exemplo

. Uma Nada Pequena Boa Notí...

. Cabeça a Prémio

. O Retrato Actual da Reali...

. O Derradeiro PECado Morta...

. Momento TASER NA NUCA

.arquivos

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Março 2004

.tags

. todas as tags

.com o meu selo de aprovação

.Tasers na nuca (as conversas)

TASER NA NUCA
free counters

.Curiosos

Estou no Blog.com.pt
Estou no Blog.com.pt

.subscrever feeds