Quarta-feira, 14 de Fevereiro de 2007

E a minha face torna-se "O Grito" de Munch num sopro de vida




Verdade seja dita, já estava para escrever um artigo concernente a essa interessante ideia já a metarmorfosear-se em disparate chamado "Os Maiores Portugueses de sempre".
Mas o programa que eu acabei de ver, findado há pouco, fez-me ver com os meus próprios olhos o engolir custoso de um paquiderme a que a RTP se sujeitou, um programa de loas a uma das figuras mais indigestas da nossa História, regressamos durante uma hora e tal aos tempos da Boa-Graça do Senhor Doutor, já estou a ouvir a Mocidade Portuguesa...
Que chorrilho de incongruências e meias-verdades, o dito serviço público reduzido a isto, a Primeira República feita caricatura, as vítimas do fascismo sujeitas a um mata-borrão, a repressão quase feita miragem, servida por um dos comentadores mais robóticos que eu já vi na televisão, parecia-me o Carlos Lopes a ler o teleponto numa gala televisiva distante...

Ah tempo, tempo, como amenizas tão bem/mal as coisas!

Agora, será que o sistema de votação no site do programa se rege mesmo pela restrição do número de votantes através do IP? Mesmo que assim o seja, quem garante a ausência de determinadas manipulações que possam ter sido feitas por grupos organizados que desembocam em resultados que não correspondem à realidade?
Rejamo-mos pelo politicamente correcto, e sujeitemo-nos a estes momentos embaraçosos, porque o tempo do Senhor Doutor já foi e não volta, e cuidado com os nossos corações, se não cuidarmos da saúde ainda temos um ataque de nostalgia.

Senhores da RTP, têm um acidente entre mãos.

decretado por Z*T*I*V às 00:37
link do post | ousar contestar a minha sapiência | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 2 seguidores

.pesquisar

 

.Maio 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.decretos recentes

. Momento TASER NA NUCA ( A...

. Momento TASER NA NUCA

. Momento TASER NA NUCA

. O Castig(ad)o(r) Que Se A...

. O Flagrante Exemplo

. Uma Nada Pequena Boa Notí...

. Cabeça a Prémio

. O Retrato Actual da Reali...

. O Derradeiro PECado Morta...

. Momento TASER NA NUCA

.arquivos

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Março 2004

.tags

. todas as tags

.com o meu selo de aprovação

.Tasers na nuca (as conversas)

TASER NA NUCA

.subscrever feeds